Família Dienstmann; castelo; Alemanha; Rio Reno

Rio Reno: a terra dos castelos e da Família Dienstmann

Se vocês gostam de paisagens românticas, paisagens de contos de fadas e lendas de cavaleiros destemidos e ninfas sedutoras, há um lugar no mundo que você não pode perder. Um trecho de apenas 60 quilômetros no Vale do Rio Reno, Alemanha, abriga uma das maiores concentrações de castelos medievais do planeta. Entre as cidades de Koblenz e Bingen, ao sul de Bonn, há mais de 30 castelos, fortalezas e ruínas, testemunhas de cerca de mil anos de história.

 

É nesse vale onde também se encontra a cidade de Bacharach, berço da Família Dienstmann que veio para o Brasil.

 

Hoje, muitos destes castelos foram restaurados e abertos à visitação. Alguns foram transformados em albergues e hotéis de até quatro estrelas, tornando possível ao comum mortal realizar o sonho de viver como um nobre medieval, porém sem abrir mão do conforto. Há restaurantes e cafés nos castelos, museus e vilarejos que ainda mantém as características medievais. É o cenário ideal para uma lua de mel ou uma viagem romântica a dois. Os amantes do vinho também se deliciam com esse passeio. A região é coberta por videiras e tem uma antiga tradição de produção vinícola.

 

O trajeto entre Koblens e Bingen pode ser realizado de carro, trem ou barco. Com certeza, o barco é a melhor das opções. Enquanto o trem passa por alguns túneis e as estradas não acompanham sempre o leito do rio, o passeio fluvial permite uma perfeita observação de ambas as margens e oferece a melhor vista para todas as atrações do trecho. Isso sem falar que o barco se move lentamente, dando tempo aos fotógrafos amadores de captar todos os detalhes da deslumbrante paisagem. Em algumas curvas do rio é difícil decidir para onde olhar primeiro.

 

Se você é descendente da Família Dienstmann, ou simplesmente apreciador de uma arquitetura medieval, visite o Vale do Rio Reno e conheça esse lugar único no mundo.

 

(Texto adaptado de Johanna Kleine, extraído do jornal Zero Hora – Caderno Viagem. Porto Alegre/RS, terça-feira, 11/06/2002, página 5).

 

Mais textos relacionados a esse assunto:

Bacharach: a cidade de origem dos Dienstmann do Brasil

Os primeiros imigrantes alemães no Rio Grande do Sul

NENHUM COMENTÁRIO

ENVIE UM COMENTÁRIO